No dia 22 de agosto de 1999, um avião de passageiros caiu nas colinas de Geres, em Portugal. O voo 508 da Swissair, que ia de Nova York para Genebra, transportava 229 pessoas a bordo, incluindo 14 membros da tripulação e 215 passageiros.

A bordo do avião havia pessoas de várias nacionalidades, incluindo portugueses, suíços, canadenses e norte-americanos. O avião era um MD-11, uma aeronave grande que tinha um histórico de segurança relativamente bom até aquele dia fatídico.

O acidente ocorreu por volta das 22h30 (hora local). Os controladores de tráfego aéreo nesse momento teriam notado problemas com as luzes do avião e imediatamente tentaram contactar a tripulação. No entanto, não houve resposta do piloto.

O avião voou por mais alguns minutos antes de cair nas colinas de Geres. Os destroços do avião foram encontrados no dia seguinte. Não houve sobreviventes.

Uma equipa de investigação foi criada para apurar as causas do acidente. Descobriu-se que o acidente foi causado por uma falha no sistema de entretenimento a bordo do avião. Devido a esta falha, os sistemas elétricos do avião foram afetados, resultando numa perda de controlo da aeronave.

A investigação também revelou que as luzes que os controladores de tráfego aéreo haviam notado não estavam a funcionar devido à falha no sistema elétrico. A tripulação, portanto, não tinha conhecimento do problema antes do acidente.

O acidente de avião de 22 de agosto de 1999 permaneceu na mente das pessoas como um dos piores acidentes de avião da história de Portugal. O país ainda se lembra desta tragédia e honra aqueles que morreram com um monumento erguido nas colinas de Geres.

O incidente também levou a melhorias nos sistemas de segurança de aviação. Desde então, as companhias aéreas e as agências de aviação em todo o mundo prestam mais atenção à manutenção das aeronaves, sistemas elétricos e processos de segurança antes dos voos.

À medida que mais tecnologia é adicionada às aeronaves, a segurança aérea continua a evoluir. O acidente de avião de 22 de agosto de 1999 é um lembrete do quão importante é a implementação e manutenção rigorosas de normas de segurança para garantir a segurança dos passageiros e da tripulação.